Artigos do Presidente da Adesf
PRESCRIÇÃO EM CINCO ANOS

Mário Albanese

A posição da ADESF está definida na inicial da Ação Coletiva Indenizatória datada de 1996. Ademais, desde *1992* o tabagismo está catalogado como *um distúrbio mental e de comportamento
em razão da síndrome de abstinência à nicotina, no Capítulo V da 10ª Revisão da Classificação Internacional de Doenças: CID 10 F17.2.*Trata-se de uma doença crônica motivada pela nicotina, uma droga que gera dependência química mais resistente e avassaladora que a medicina conhece. Como se isso não fosse suficiente, *há mais de 40 anos a Phillip Morris* incorporou *amônia no tabaco* dos cigarros *Marlboro* e desbancou as marcas concorrentes conseguindo liderança de seu consumo no mundo. Por que será?

A passos largos a *verdade sobre o tabagismo* revela a dimensão dos estragos provocados à saúde pública mundial. No Brasil, a liberalidade da oferta e venda de cigarros explicam a crescente adesão ao tabagismo entre crianças e adolescentes.

Recentemente a *Suprema Corte dos EUA* decidiu que as tabaqueiras doravante poderão ser processadas por fumantes que se sintam enganados por anúncios incentivando o consumo de cigarros *light*. Tais práticas são irregulares e lidam com *publicidade fraudulenta* ao sugerir que os cigarros de *baixos teores* são mais seguros. O incauto consumidor fumante imagina que se a nicotina vicia e o alcatrão provoca câncer, o cigarro com menos nicotina e alcatrão é mais seguro. Incrível, mas os *baixos teores foram lançados em 1960, há quase meio século,* quando a ciência já tinha *certeza absoluta* da relação entre o *tabagismo com o câncer*, doenças cardiovasculares, pulmonares e muitas outras. A *amônia* é um aditivo que libera mais nicotina e produz um efeito denominado *booster*, um estado de prazer e euforia que incentiva o consumo. A matreirice criminosa foi, é claro, adotada pelas demais indústrias... e, impunemente! Observe, Roberto Gonzalez, para comprovar a *displicência dos poderes constituídos* basta avaliar os *documentos secretos das tabaqueiras* tornados públicos nos processos dos EUA, a partir de 1994. _Estamos em um negócio de vender nicotina, droga causadora de dependência_. Brown and Williamson, *documento de nº 1802.05*, assinado por Addison Yeman, Vice- Presidente.

Finalizando, saiba que não iremos esmorecer e continuaremos lutando em juízo e fora dele, isso porque acreditamos que o pensamento cria, o desejo atrai e a fé no trabalho realiza!

Com particular consideração,

Mário Albanese, OAB 11.159 - Presidente.

voltar